Publicado por: Dream Hunter Z | 02/01/2016

THANK❤YOU

Olá para todos! 🙂 Como estão?

Antes de tudo, mais uma vez, Feliz Ano Novo! Espero que a virada do ano de todos tenha sido bem animada e alegre!

Bom, sendo meu primeiro post de 2016, quero que seja algo especial. Por isso, começarei a me expressar com uma imagem:

THANK❤YOU

THANK❤YOU – Fotos colocadas mais ou menos em ordem cronológica.

Sim, esta foi composta por um mural de fotos da história de minha vida. Nela estão contida boa parte das pessoas que passaram por minha vida. Obviamente não estão todas, por falta de fotos. No entanto, o objetivo da imagem é a palavra “THANK❤YOU“.

Atualmente, na moderna Era Digital, onde todos estão conectados praticamente 24 horas por dia, podendo manter contato com quem quiser a hora que quiser, qualquer um diria que os relacionamentos estão em seu auge, já que é fácil fazer “amizades” novas e mantê-las. Porém, vejo acontecer o oposto.

No entanto, como consequência disso (redes sociais), o sentido de conceitos como “amizade” e “relacionamento” está alterado, ao meu ver. Já que hoje, qualquer coisa de “errada” que ocorrer em uma relação, é simples de resolver: exclui-se. Tudo o que não agrada, ou que não interessa é descartado, incluindo pessoas. Discorri um pouco mais sobre esse assunto neste post.

Porém, não é este o foco desta postagem. Mas esta é a principal motivação de eu ter construído o mural, para dizer que não me esqueço de quem já foi importante em minha vida, independentemente se é alguém que já passou, ou que ainda me acompanha neste meu caminhar. Lembro-me e sou grato a todos! Gostaria de me lembrar de TODAS as pessoas que conheci, com quem conversei, com quem cruzei, com quem troquei olhares ou sorrisos, mas é impossível ter uma memória tão fotográfica assim.

Infelizmente, por vários motivos, pessoas queridas acabam se afastando, tomando outros rumos, e perdendo o contato. É triste, pois o afastamento nem sempre é percebido, e acabamos sem saber se estas estavam com algum problema ou não. Mas creio que a vida é assim mesmo! No entanto, os momentos que se passaram juntos, existiram, foram vividos e sentidos, são importantes, independentemente se esta(s) pessoa(s) estejam ou não por aqui.

Por isso, mesmo que os demais se esqueçam, eu quero e vou me lembrar sempre! (Inclusive dos que já excluíram de suas vidas, e quem sabe, de suas memórias). E irei sempre agradecer!

Além disso, quero dizer “THANK❤YOU” a todos do meu passado (aliás, não só às pessoas, mas aos acontecimentos também.). Pois fazem parte de quem eu sou hoje, sejam as coisas boas, ou coisas ruins. É verdade que já percorri por caminhos sombrios e de muitas trevas, onde sofri, chorei, machuquei-me, senti-me só. Por outro lado, também houve muitas eras de luz, onde me diverti, sorri, gargalhei, regozijei. E creio que ambos, luz e trevas, são importantes para nosso aprendizado.

 E por que estou fazendo isso agora? Bem, estamos começando um novo ano! Por isso, antes de seguir em frente com meu caminho, quero agradecer a todos!

Eu olho com muita frequência para o passado, sinto saudades de muitas coisas. No entanto, decidi diminuir essas olhadas. O meu ontem me deu muita força e esperança até agora, mas está na hora de procurar uma motivação própria para caminhar, para sorrir, para amar, e encontrar novos sonhos, fazendo o relógio tiquetaquear em um ritmo diferente.

Mas, como já disse, não vou esquecer-me do passado, são lembranças preciosas, lições valiosas, e pedacinhos essenciais de meu coração.

Agora, vamos caminhar! Quem quiser, convido para me acompanhar.

Por hoje é só!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!

Abraços!


EXTRA:

Quero deixar um extra aqui. Não está tão relacionado ao assunto do post, mas me incentivou a criar este mural.

Lembrei-me que minha eterna irmã de consideração Miki, disse-me uma vez do quanto ela gostava de cartas. Escrever a carta, enviar para alguém querido, o gostinho de aguardar a resposta, a alegria de receber esta. Creio que hoje quase ninguém conhece essa felicidade.

Com o tempo, veio o e-mail. Facilitou muito a vida das pessoas. Nessa época ainda havia um pouquinho do gostinho que falei no parágrafo anterior. Porém, não fica a lembrança que a carta deixa. Eu, por exemplo, guardo todas as cartinhas que já recebi em minha vida. Também guardo os e-mails que troquei com pessoas queridas, mas creio que a maioria os deleta com o tempo.

Poucos conhecem a delícia que é, abrir a “caixinha de tesouros” cheia de cartas antigas, pegá-las e relê-las. Lembrar de pessoas importantes, chorar de saudades daquela época.

Atualmente, com as redes sociais, esse prazer desapareceu completamente. É tudo instantâneo. Escreveu, respondeu. É legal conversar, mas é diferente de receber uma carta/e-mail com sentimentos e pensamentos, onde sabemos que a pessoa dedicou seu tempo para pensar, sentir e escrever.

Ainda escrevo e-mail para as pessoas. Algumas respondem com prazer, e dá muito gosto! Outras, percebe-se a falta de paciência, pois respondem com poucas frases, e “cortando” a conversa. E, tem aquelas que nem respondem.

Não estou criticando, pois sei que não é por maldade. É apenas o costume atual que é assim. Se é algo bom ou ruim, vai do interpretar de cada um.

Esse costume, criado pelas redes sociais, torna as pessoas impacientes. Por todos estarem conectados a maior parte do dia, espera-se uma resposta rápida e não muito longa. Quem não atende a esses “requisitos”, costumeiramente são evitadas, pois vai demorar para responder.

E o que isso tem a ver com o mural?

Bem, isso está diretamente ligado à forma que as pessoas enxergam as outras. O sentido de se ter uma amizade, ou um relacionamento, é algo cada vez mais dinâmico. E, se não for assim, não interessa, portanto, exclui-se, ou deixa-se de lado.

Quando alguém “some” por um tempo da internet, há uns poucos que se preocupam e perguntam o que aconteceu, ou se está tudo bem. Mas há também os que acham ruim, pensando que estão sendo ignorados. Concluem isso sem saber realmente (impaciência? Intolerância? Não sei!).

Lamento muito que isso esteja se tornando comum. Todavia, tenho ciência de que ainda existem muitas pessoas que percebem e sabem disso. O que me alegra muito!

Pensando em tudo isso, mais do que nunca, senti vontade de agradecer à todos que passaram por minha vida, não importando o que elas pensam ou sentem de/por mim. Quero ser diferente dessa maioria.

Agora encerro mesmo!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!

Abraços!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: